Início > Antenas, Telecomunicações > Antenas de metal líquido podem ser dobradas e deformadas

Antenas de metal líquido podem ser dobradas e deformadas


Conforme as estimativas dos setores de telecomunicações e informática a tendêncida é que o nosso mundo se transforme numa grande rede, onde cada pessoa será um nó de uma rede mundial sem fios, nesse contexto as antenas estão se tornando cada vez mais importantes.

Pensando nisso, pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, desenvolveram antenas que podem ser torcidas, dobradas e enroladas para armazenamento, tornando-as assim muito versáteis no uso de equipamentos eletrônicos e na extensão das redes sem fios.

Antenas maleáveis e flexíveis

Mesmo as antenas mais modernas são feitas de cobre ou outros metais, com rígidas limitações em relação ao quanto elas podem ser dobradas, assim como, quantas vezes elas podem ser flexionadas antes que a fadiga do metal as inutilize completamente.

As novas antenas, desenvolvidas pela equipe do professor Michael Dickey, podem ser inteiramente dobradas varias vezes – retornando automaticamente ao seu formato original,  e voltando a funcionar sem qualquer perda de rendimento – elas irradiam com uma eficiência próxima aos 90%.

Os pesquisadores acreditam que suas antenas maleáveis terão grande utilidade em aplicações onde a rigidez das antenas tradicionais representam um empecilho ao uso de aparelhos móveis, como telefones celulares, TVs e aparelhos de GPS.

Metal líquido

As antenas flexíveis e maleáveis são fabricadas a partir de um metal líquido que é então injetado em um polímero poroso e flexível. Elas podem ser deformadas à vontade devido as suas propriedades mecânicas que são ditadas pelo elastômero, ao invés não pelo metal líquido.

Os pesquisadores construíram as antenas injetando uma liga formada pelos metais índio e gálio – que permanece líquida à temperatura ambiente – em canais muito finos que chegam a medir tanto quanto um fio de cabelo humano. Depois que a liga preenche completamente cada canal, sua superfície oxida, criando uma espécie de “pele” que mantém a liga firme na posição e permite que ela retenha suas propriedades líquidas.

“Como a liga permanece na forma de um líquido, ela herda as propriedades mecânicas do material no qual ela está incorporada,” explica Dickey.

Antena multifrequencial e sensor

A inovação tem dois benefícios adicionais. O primeiro deles é que, como a frequência de uma antena é determinada pelo seu formato, é possível usar a mesma antena maleável para transmissão em diversos canais, simplesmente esticando-a.

O segundo benefício é que as antenas maleáveis podem funcionar como sensores. Montadas, por exemplo, em pontes ou outras obras de construção civil, elas transmitirão em frequências diferentes conforme as construções se expandam ou se contraiam, permitindo um monitoramento remoto sobre suas condições estruturais.

Mais caras

Os pesquisadores acreditam que as antenas maleáveis serão adequadas para determinados nichos de aplicações – por exemplo, onde haja limitações de espaço, quando as antenas poderão ficar acondicionadas em pequenos compartimentos até serem necessárias.

Isto porque a liga de metal líquido é mais cara do que o cobre e os outros metais tipicamente utilizados na fabricação das antenas tradicionais.

Fonte: Inovação Tecnológica.
www.inovacaotecnologica.com.br

  1. 19 de dezembro de 2009 às 00:49

    Oi Luiz

    Trabalhei já há algum tempo em um provedor de Internet via rádio, ainda hoje tenho muita curiosidade sobre o ramo. Você chegou a ver alguma imagem destas antenas por aí?

    Curtir

    • 19 de dezembro de 2009 às 08:57

      Grande Alexsandro, seguinte cara, como sou novo aqui no wordpress ainda estou em processo de adaptação, então foi por isso que não postei nem a foto nem linkei, mas hoje devido a um link no seu site que me levou ao blog Quero Criar um Blog do Gustavo Freitas, então vi um tutorial la que explicava o lance de como linkar e fiz as devidas correções agora, ta a foto retirada do site do Inovação Tecnológica juntamente com o link para o site no fim do post.

      Ainda estou me adaptando com o novo sistema, pois antes usava o blogger, estou agora no wordpress a 4 dias, então vão me desculpando as prováveis falhas que irão aparecer.

      Agradeço a compreensão.

      Curtir

  2. 19 de dezembro de 2009 às 21:39

    Oi Luiz, agora vi como é a antena, realmente muito interessante.

    Curtir

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: