Início > Tecnologia & Meio Ambiente > Construções que geram sua própria energia

Construções que geram sua própria energia


Dubai nos últimos anos tem se tornado uma das cidades mais famosas do oriente médio graças as suas construções arquitetônicas de grande porte e que impressionam pela ousadia e inovação, pois bem, para aqueles que pensam que Dubai é apenas mais uma cidade que investe no Turismo como forma de renda, não se enganou, de fato a cidade tem no Turismo uma grande fonte de renda, mas o investimento em tecnologia que é feito em Dubai e o mercado de imóveis(Graças a suas ilhas artificiais disputadas pelos grandes artistas e milionários do Mundo todo) seguindo a tendência de mercado uma empresa decidiu inovar e propor uma nova idéia: construir um prédio com tecnologia para que ele possa gerar a própria energia que consumiu para a sua construção.

Uma empresa decidiu inovar no seu projeto arquitetônico e resolveu projetar um edifício em Dubai que produzirá dez vezes a energia que irá consumir.

Como não poderia deixar de ser, o arranha-céu, mais um dos muitos que por lá existem, terá 50 andares com 130.00 m2, mas não é só isso ele ainda será equipado com três sistemas de captação de energia que somados resultarão em uma produção de energia de 10MW.

O primeiro sistema de captação de energia será uma turbina eólica que possibilitará captar 5 MW e ficará localizada no topo do edifício. Em seguida, o edificio contará com uma cobertura de espelhos especiais capazes de concentrar a luz do Sol em um único ponto, o que irá gerar mais 3MW. O restante virá de um sistema que captará o movimento do ar quente ascendente nas paredes externas e o transformará em energia.

Segundo a Studied Impact, que fez o projeto, esse valor gerado é dez vezes o valor do consumo do edifício, isto significa dizer que o prédio ainda poderá fornecer energia aos vizinhos.

No projeto, escritórios e residências dividiriam os andares, enquanto os três últimos pisos seriam voltados para restaurantes e comércio. Baseados em previsões meteorológicas, os designers acreditam que a torre poderá operar 2.400 horas por ano, num total de 20.000MWh liberados em 365 dias. Pelos cálculos, em 20 anos, o edifício “zeraria” os impactos energéticos causados em sua construção (360.000MWh) graças à geração de energia limpa.

Pelo visto com vários prédios desse, não vai mais se precisar de usinas hidrelétricas!!! O negócio é inovar e ter criatividade, pois hoje com a tecnologia que temos até ficando parado você contribui para a fabricação de energia. Eu amo muito tudo isso!!!

Fonte:Info Online

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: