Arquivo

Archive for agosto \31\UTC 2010

Usuários do Gmail poderão fazer ligações para telefones fixos e celulares.

31 de agosto de 2010 Deixe um comentário

O Google anunciou nesta quarta-feira (25) que usuários de seu serviço de e-mail, Gmail, poderão ligar para telefones normais diretamente do site, em concorrência direta com o serviço de telefone on-line Skype e operadoras de telecomunicações.

Embora o Google já permitisse conversas de voz e videochat por meio do Gmail, a empresa afirmou que, a partir desta quarta-feira (25), também irá oferecer, pela primeira vez, ligações para telefones comuns, tanto fixos quanto celulares.

Tarifas baixas
O Google promete ligações gratuitas para telefones nos Estados Unidos e no Canadá até o final do ano, e diz que irá cobrar tarifas baixas por ligações para outros países. A companhia de Internet afirmou que o preço de ligações para Reino Unido, França, Alemanha, China e Japão, por exemplo, seria de US$0,02 por minuto.

A ferramenta funcionará da mesma forma que um telefone normal. Para fazer uma ligação, o usuário deve clicar na opção “Ligar para Telefone” em sua lista de amigos de bate-papo ou digitar o número ou o nome do amigo com quem quer falar.

O Skype já oferece os serviços de ligação para telefones e conversa de voz desde 2003. A empresa afirmou, no começo de agosto, que busca levantar US$100 milhões em uma oferta pública de ações.

FONTE : G1 Tecnologia

Categorias:Internet, Utilidades Tags:, ,

Casa ‘high-tech’ controlada por celular ou iPad

29 de agosto de 2010 Deixe um comentário

Sistemas podem monitorar luz, som, TV e também nível de consumo de energia.

O mesmo aparelho usado para fazer ligações telefônicas, ouvir música, enviar mensagens de texto e acessar a internet agora também pode virar o controle remoto universal da sua casa. Mas, se você não quiser usar seu celular, pode carregar uma versão sem fio do interruptor de parede clássico, que passa a funcionar em qualquer lugar e em qualquer cômodo.

Na casa “high-tech”, os computadores passam a controlar automaticamente funções como iluminação, temperatura, som, televisão, câmeras de segurança e até o aquecimento da banheira de hidromassagem. Tudo a quilômetros de distância. As novidades e tendências desse mercado foram apresentadas na Expo PredialTec – Feira de Tecnologias Avançadas para Edificações, em São Paulo, durante os dias 18 e 19 de agosto.

“Cada vez mais as pessoas têm aparelhos como o iPhone e o iPad. Em vez de vender ao consumidor um controle caríssimo, é possível automatizar a casa com um dispositivo que ele já tem. E as interfaces estão mais amigáveis, acabando a dificuldade em usar”, diz o engenheiro José Roberto Muratori, membro fundador da Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside).

Tornar as interfaces mais amigáveis, até mesmo lúdicas, é uma das propostas da Neocontrol, uma das participantes da Expo PredialTec. Entre os controles apresentados pela empresa, estão um interruptor sem fio – que pode ser colocado na parede como um quadro ou mesmo carregado para diversos cômodos, com 80 metros de alcance – e um cubo que aciona a função desejada pelo cliente.

Um aplicativo para iPhone e iPad desenvolvido pela empresa permite controlar da intensidade da luz da sala ao aquecimento da água da banheira. Os sistemas são totalmente configuráveis de acordo com as necessidades do cliente, explica Gabriel Ubirajara, engenheiro da Neocontrol.

“No aplicativo, há ainda uma conversa entre o sistema da casa e a interface. Se alguém apagar a luz da casa, o dispositivo mostra que a luz foi apagada”, detalha. Uma das bossas do aplicativo é permitir o uso do iPad como dimmer: ao movimentar o aparelho de zero a 90 graus, muda a intensidade da luz.

Com a mesma proposta de mobilidade, a Kalatec Home apresentou seu sistema de automação 3NYX. Também totalmente configurável, ele apresenta as opções de controle baseadas na planta da casa. Ao escolher a função “iluminação”, é possível ver todas as lâmpadas acesas nos diferentes cômodos, por exemplo.

O controle pode estar na parede, em um aparelho touchscreen ou em dispositivos móveis – um dos pacotes pode incluir um tablet da Samsung com conexão Wi-Fi. A instalação do sistema, incluindo um tablet, custa a partir de R$ 4 mil. “Com o avanço da tecnologia, os produtos vão ficando cada vez mais acessíveis. Hoje, a pessoa gasta mais para fazer armário embutido e cozinha do que para automatizar a casa”, constata Muratori.

Quem se preocupa com os gastos dos eletrodomésticos, por questões ambientais ou financeiras, pode também instalar um programa que faz um controle do consumo de energia na casa. Com sensores ligados aos fios dos equipamentos, ele calcula os gastos e oferece gráficos comparativos com o consumo do dia, semana e mês. O serviço exposto pela Bticino também funciona com o sistema de água. A linha My Home ainda tem funções como acionar a irrigação do jardim em horários pré-programados, ativar cortinas e persianas e monitorar as câmeras de segurança.

O potencial de aplicações é inúmero, desde sistemas de segurança à sistemas para controlar os gastos, a criatividade é sem limites, cada dia mais a casa se torna um ambiente totalmente gerenciavél e progromável que poderá oferecer um conforto e segurança que outrora seria apenas visto em filmes holywoodianos.

Mas do meu ponto de vista o progresso da humanidade tem seu lado sombrio, pois nem tudo são só flores, imagina uma casa toda auto-controlada sendo invadida pelo “carinhas” que ficam na net apenas para fazer o mal. Um virus dentro desse sistema e casa não abre mais a porta, fica com o ar ligado em horas que não tem ninguem em casa apenas para a conta de luz vir alta e quando tem gente em casa tudo fica desligado. Genial como podemos virar refens de uma casa.

Mas veja o lado bom, com um celular nas mãos nem precisaremos mais levantar para fazer o almoço, ficaremos na frente da TV e a comida chegará quentinha na mesa da sala.

Progresso, agora falta mais o quê? Aguardemos as novas bugingangas.

Fonte: G1 Tecnologia

Vírus em pendrive foi usado para atacar rede do Pentágono

27 de agosto de 2010 Deixe um comentário

Comemorando o meu centésimo post, para muitos nada muito importante, mas para mim uma conquista pessoal, pois antes, não havia chegado nem a 50, em um outro blog que eu tinha.

Para comemorar trago uma noticia sobre um assunto no qual me sinto muito atraido, segurança e mais precisamente Hackers e Crackers com seus famosos ataques cibernéticos.

Ação de hackers ocorreu em 2008, diz subsecretário de Defesa dos EUA. Segundo ele, há mais de 100 grupos estrangeiros tentando atacar sistema.


Uma agência estrangeira de espionagem comandou o ataque digital de 2008 a computadores militares dos EUA, disse uma alta fonte do Pentágono, lançando uma luz sobre o que ele disse ser a mais significativa violação já ocorrida na segurança digital das Forças Armadas norte-americanas.

O subsecretário de Defesa William Lynn afirmou que o ataque ocorreu depois de um pendrive contaminado ser inserido em um laptop dos militares num quartel do Oriente Médio, carregando um código maligno na rede do Comando Central.

“Esse dado se espalhou sem ser detectado em sistemas sigilosos e não-sigilosos, estabelecendo o que equivalia a uma cabeça de ponte digital a partir da qual os dados podiam ser transferidos para servidores sob controle estrangeiro”, escreveu Lynn em artigo publicado na quarta-feira na revista Foreign Affairs.

“Este incidente previamente sigiloso foi a mais significativa violação já ocorrida dos computadores militares dos EUA”, acrescentou.

Lynn não disse de qual país eram os espiões responsáveis pelo ataque, mas afirmou que mais de cem organizações estrangeiras de inteligência tentam violar as redes dos EUA. “Alguns governos já têm capacidade para perturbar elementos da infraestrutura de informação dos EUA”, disse o subsecretário.

Todos os anos, segundo ele, “hackers” roubam de órgãos públicos, empresas e universidades dos EUA uma quantidade de dados que poderia encher várias vezes a Biblioteca do Congresso.
No caso dos ataques militares, a dificuldade de identificar os responsáveis faz com que a prática seja sedutora para governos hostis, e difícil de coibir por parte dos EUA.

“Os ataques cibernéticos oferecem um meio para que potenciais adversários superem as esmagadoras vantagens dos EUA no poder militar convencional, e que o façam de modos que sejam instantâneos e difíceis de localizar.”

Lynn relatou também que equipamentos falsificados já foram detectados em sistemas encomendados pelo Departamento de Defesa, o que é perigoso, porque os chips podem conter elementos operados remotamente.

“O risco de comprometimento no processo de fabricação é muito real, e é talvez a ameaça cibernética menos compreendida”, afirmou.

Ele alertou também para códigos malignos, como as chamadas “bombas de lógica”, que podem ser inseridos nos softwares na hora da programação.

Lynn disse que o ataque serviu de alerta ao Pentágono, que depois disso criou o Comando Cibernético e tomou medidas para reforçar as defesas digitais.

E eis que a temida guerra cibernética por vezes idealizada em produções cinematograficas ou em livros, começa a se aproximar, eu diria até que ela começou nos bastidores e neste exato momento estão travando-se batalhas gigantes, a Matrix está fervendo.

Parte disso também podemos dizer que se dá por culpa da globalização e grande aumento da infra-estrutura da internet e também pela inclusão digital, pois nem sempre os utilizadores estão totalmente preparados para o uso das tecnologias que são disponibilizadas.

Enfim, está alerta agora abrange céu, mar, terra e a internet para as tropas de defesa de muitos paises.

Fonte: G1 Tecnologia

Dell lança Aero e entra na disputa de mercado de smartphones nos EUA

26 de agosto de 2010 Deixe um comentário

Aparelho Android será vendido a US$100, seu lançamento coloca a fabricante em concorrência direta com a Apple.

Novo Aero da Dell - Concorrência com o iPhone

A Dell finalmente marcou sua entrada no concorrido mercado de smartphones dos Estados Unidos, na última terça-feira (24) com o Aero, aparelho Android com tela de 3,5 polegadas que será vendido a US$100 pela operadora AT&T.

O lançamento já era esperado há tempos, e coloca a fabricante de PCs em concorrência direta com a líder do mercado de smartphones Apple, além de toda uma variedade de aparelhos que também usam o sistema operacional do Google.

A Dell afirmou que o preço do novo smartphone, junto com um contrato de 2 anos com a AT&T, será de US$99,99, ou US$299,99 avulso.

A companhia disse ainda que o Aero é um dos smartphones mais leves do mercado norte-americano, e irá operar o software Flash, da Adobe Systems. FAzendo assim o grande diferencial em relação à Apple, que se recusou a permitir o uso do programa em seus aparelhos.

A fabricante de PCs norte-americana lançou seu primeiro smartphone, o Mini 3, em 2009, na China. A empresa também lançou seu tablet nos EUA este mês, para concorrer com o iPad da Apple. O Streak conta com uma tela de 5 polegadas e sistema operacional Android, além de poder ser usado para fazer ligações através da rede da AT&T.

O mercado global de smartphones deve crescer 36% para 247 milhões de unidades em 2010, ante a venda de 182 milhões de unidades registrada em 2009, segundo o grupo de estudos iSuppli.

As coisas vão ser mais interessantes se o aparelho realmente entrar para concorrer com os da Apple, assim ganhamos nós os consumidores pois teremos mais opções de compra e talvez consequentemente melhores preços por causa da concorrência.

Fonte: G1 Tecnologia

Categorias:Gadgets Tags:, , , , ,

Hacker indiano que identificou falha em urna eletrônica é preso na India

24 de agosto de 2010 Deixe um comentário

O Pesquisador Hari Prasad mostrou ser possível fraudar a eleição mesmo com o uso de urnas eletrônicas. Autoridades querem nome de fonte anônima que cedeu a urna.

Dez policiais invadiram a casa do ativista Hari Prasad, em Hyderabad , na Índia, neste sábado (21), em busca de informações sobre a fonte anônima que cedeu uma urna eletrônica para pesquisa realizada pelo hacker no início do ano. Prasad não revelou o nome da fonte e foi levado a Mumbai – uma viagem de 14 horas – e acabou preso. Os policiais admitiram estar “sob pressão”, de acordo com uma conversa por telefone de Prasad com o colega J. Alex Halderman, professor na Universidade de Michigan.

Prasad e Halderman trabalharam juntos em um estudo que mostrou como uma urna eletrônica indiana poderia ser modificada para fraudar uma eleição. Eles também conseguiram fazer com que a urna pudesse ser controlada remotamente por um celular. As modificações propostas pelos pesquisadores seriam difíceis de notar.

Halderman é o mesmo pesquisador que mostrou este mês ser possível instalar o jogo Pac-man em urnas usadas nos Estados Unidos.

A pesquisa foi realizada com uma urna enviada a Prasad por uma fonte anônima em fevereiro. As autoridades indianas não permitem testes com as urnas, alegando que elas são “invulneráveis”, apesar das suspeitas de fraudes nas eleições do país.

Os resultados deixaram políticos e cidadãos em dúvida a respeito do sistema de votação eletrônica indiano. Houve quem pediu que o projeto inteiro das máquinas fosse abandonado. Segundo os especialistas, 16 partidos políticos mostraram preocupação com o uso de sistemas eletrônicos para contabilizar os votos.

Para quem pensava que urnas eletrônicas eram aprova de fraudes, eis que o nosso amigo prova que com um celular podemos acessá-las remotamente e utilizá-las como bem entender.

Depois que o Mundo está na rede, é impossível dizer que algo é impossível de se fazer.

Fonte : G1 Tecnologia

Game para celular Android esconde sistema espião

22 de agosto de 2010 Deixe um comentário

Empresa de segurança advertiu para cuidados ao baixar game.
Quando instalado, jogo transmite localização do usuário pelo GPS.

Até onde vai a criatividade, aliás cada vez mais vemos ela ser usada de uma maneira não muito interessante. Agora alguns espertinhos decidiram investir em aplicações que atraiam o usuário para um joguinho de celular, mas que na verdade esconde uma ferramenta de espionagem que pode inclusive ser usada por pessoas mal intecionadas e que desejem saber sua localização.

Usuários de smartphones com sistema Android devem ter cuidado ao baixar o aplicativo “Tap Snake”, segundo advertiu nesta semana a empresa de segurança F-Secure. Além de baixar um game, o programa instala uma ferramenta que permite localizar o usuário do celular.

De acordo com a F-Secure, o aplicativo parece uma cópia normal do antigo jogo “Snake”, porém ele esconde duas características:  Primeira e muito interessante o jogo não funciona e a segunda e não menos interessante é que uma vez instalado, o game irá rodar no celular toda vez que ele estiver ligado e como brinde o game transmite, a cada 15 minutos, a localização do usuário por GPS.

Olho aberto com o que você anda baixando para seu computador e seu celular, pois um simples joguinho pode esconder um grande problema, o famoso presente de Grego como se diz.

Fonte:G1 Tecnologia

Dinheiro à prova de falsificadores

8 de agosto de 2010 Deixe um comentário

Utilizando-se de tintas invisíveis, efeitos óticos, leitura tátil e selos de última geração. A nova cédula de R$ 50 começou a ser produzida pela Casa da Moeda, após o ministro da Fazenda, Guido Mantega, acionar pela primeira vez o novo maquinário importado da Suíça. Para o ministro Mantega, trata-se de uma tecnologia à prova de falsificação, algo que não permitiria a repetição de histórias como a do filme “Os Falsários”, sobre um esquema de fraudes durante a Segunda Guerra Mundial.

Garanto que eles não conseguiriam fazer as notas que estão aqui”, brincou. A Casa da Moeda, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro, é um cofre de segurança. A circulação é restrita, há currais de ferro espalhados pelas instalações e a empresa prioriza funcionários antigos, com uma média de 25 anos de casa. “Isso aqui é uma casa de segurança”, afirmou o presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci. “Você nunca vai ouvir por aí notícia de que houve roubos aqui dentro.”

Mas, desde 2008 a empresa está entrando num novo patamar de segurança e tecnologia ainda mais alto e cujo maior exemplo são as novas máquinas de impressão de notas inauguradas hoje. Cerca de R$ 350 milhões foram investidos no parque industrial desde o ano passado e o valor inclui ainda uma segunda nova linha de produção, que entra em funcionamento no fim de agosto. Com as duas, a empresa poderá produzir, em dois turnos, 2,8 bilhões de cédulas. No limite, as duas linhas poderão operar com 4 bilhões de cédulas – o dobro do que é produzido hoje em três turnos, e sem a mesma segurança contra falsificações.

A Casa da Moeda não faz somente cédulas. Passaportes, chips, carteiras de identificação de profissionais, e toda uma série de documentos de segurança com tecnologia de ponta saem de lá e muitas vezes são exportados para outros países, como Argentina, Chile ou Haiti. O investimento total entre 2009 e 2011 será de R$ 900 mil, todo com recursos próprios.

Com a diversificação dos produtos, a casa conseguiu pular de um lucro líquido de R$ 103,5 milhões em 2008 para R$ 330 milhões em 2009, 30 vezes mais do que o registrado em 2002. Para 2010 a previsão é de lucro de R$ 400 milhões. Apesar da alta tecnologia em todas as etapas de produção, a Casa da Moeda ainda prefere confiar a revisão de qualidade de suas notas aos olhos treinados de funcionárias e funcionários antigos que separam as folhas de dinheiro com defeito a serem destruídas.

“É um trabalho impressionante. Elas pegam as folhas ainda não cortadas e folheiam como um baralho, conseguindo ver de relance as páginas com defeito. Elas riscam a página, separam, dobram e, dali, as folhas seguem para um triturador”, explica Denucci.

Fonte: Yahoo Noticias