Início > Aplicações, Informática > Casa ‘high-tech’ controlada por celular ou iPad

Casa ‘high-tech’ controlada por celular ou iPad


Sistemas podem monitorar luz, som, TV e também nível de consumo de energia.

O mesmo aparelho usado para fazer ligações telefônicas, ouvir música, enviar mensagens de texto e acessar a internet agora também pode virar o controle remoto universal da sua casa. Mas, se você não quiser usar seu celular, pode carregar uma versão sem fio do interruptor de parede clássico, que passa a funcionar em qualquer lugar e em qualquer cômodo.

Na casa “high-tech”, os computadores passam a controlar automaticamente funções como iluminação, temperatura, som, televisão, câmeras de segurança e até o aquecimento da banheira de hidromassagem. Tudo a quilômetros de distância. As novidades e tendências desse mercado foram apresentadas na Expo PredialTec – Feira de Tecnologias Avançadas para Edificações, em São Paulo, durante os dias 18 e 19 de agosto.

“Cada vez mais as pessoas têm aparelhos como o iPhone e o iPad. Em vez de vender ao consumidor um controle caríssimo, é possível automatizar a casa com um dispositivo que ele já tem. E as interfaces estão mais amigáveis, acabando a dificuldade em usar”, diz o engenheiro José Roberto Muratori, membro fundador da Associação Brasileira de Automação Residencial (Aureside).

Tornar as interfaces mais amigáveis, até mesmo lúdicas, é uma das propostas da Neocontrol, uma das participantes da Expo PredialTec. Entre os controles apresentados pela empresa, estão um interruptor sem fio – que pode ser colocado na parede como um quadro ou mesmo carregado para diversos cômodos, com 80 metros de alcance – e um cubo que aciona a função desejada pelo cliente.

Um aplicativo para iPhone e iPad desenvolvido pela empresa permite controlar da intensidade da luz da sala ao aquecimento da água da banheira. Os sistemas são totalmente configuráveis de acordo com as necessidades do cliente, explica Gabriel Ubirajara, engenheiro da Neocontrol.

“No aplicativo, há ainda uma conversa entre o sistema da casa e a interface. Se alguém apagar a luz da casa, o dispositivo mostra que a luz foi apagada”, detalha. Uma das bossas do aplicativo é permitir o uso do iPad como dimmer: ao movimentar o aparelho de zero a 90 graus, muda a intensidade da luz.

Com a mesma proposta de mobilidade, a Kalatec Home apresentou seu sistema de automação 3NYX. Também totalmente configurável, ele apresenta as opções de controle baseadas na planta da casa. Ao escolher a função “iluminação”, é possível ver todas as lâmpadas acesas nos diferentes cômodos, por exemplo.

O controle pode estar na parede, em um aparelho touchscreen ou em dispositivos móveis – um dos pacotes pode incluir um tablet da Samsung com conexão Wi-Fi. A instalação do sistema, incluindo um tablet, custa a partir de R$ 4 mil. “Com o avanço da tecnologia, os produtos vão ficando cada vez mais acessíveis. Hoje, a pessoa gasta mais para fazer armário embutido e cozinha do que para automatizar a casa”, constata Muratori.

Quem se preocupa com os gastos dos eletrodomésticos, por questões ambientais ou financeiras, pode também instalar um programa que faz um controle do consumo de energia na casa. Com sensores ligados aos fios dos equipamentos, ele calcula os gastos e oferece gráficos comparativos com o consumo do dia, semana e mês. O serviço exposto pela Bticino também funciona com o sistema de água. A linha My Home ainda tem funções como acionar a irrigação do jardim em horários pré-programados, ativar cortinas e persianas e monitorar as câmeras de segurança.

O potencial de aplicações é inúmero, desde sistemas de segurança à sistemas para controlar os gastos, a criatividade é sem limites, cada dia mais a casa se torna um ambiente totalmente gerenciavél e progromável que poderá oferecer um conforto e segurança que outrora seria apenas visto em filmes holywoodianos.

Mas do meu ponto de vista o progresso da humanidade tem seu lado sombrio, pois nem tudo são só flores, imagina uma casa toda auto-controlada sendo invadida pelo “carinhas” que ficam na net apenas para fazer o mal. Um virus dentro desse sistema e casa não abre mais a porta, fica com o ar ligado em horas que não tem ninguem em casa apenas para a conta de luz vir alta e quando tem gente em casa tudo fica desligado. Genial como podemos virar refens de uma casa.

Mas veja o lado bom, com um celular nas mãos nem precisaremos mais levantar para fazer o almoço, ficaremos na frente da TV e a comida chegará quentinha na mesa da sala.

Progresso, agora falta mais o quê? Aguardemos as novas bugingangas.

Fonte: G1 Tecnologia

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: