Arquivo

Archive for abril \29\UTC 2011

Google Chrome 11 com reconhecimento vocal, mas só em inglês

29 de abril de 2011 Deixe um comentário

Entre as melhorias estão 25 correções de segurança.

O Google tornou disponível a versão final do browser Chrome 11. O navegador traz a função de reconhecimento de voz que permite preencher formulários “falando” – o navegador se encarrega de converter a para fala texto. No entanto, o recurso só está disponível em inglês. Para quem não fala inglês, as novidades estão apenas nos “bastidores”.

Segue um video com uma pequena demonstração:

O Google cita o Google Tradutor como um dos sites capazes de fazer uso do novo recurso. É uma função do HTML 5, uma atualização da linguagem usada para fazer sites na internet que está integrando mais recursos multimídia. Nos sites habilitados, um pequeno microfone aparece nos formulários. Quando clicado, o usuário pode falar o que deve ser preenchido, e o texto irá aparecer na tela.

Já as mudanças de bastidores incluem uma nova versão do Adobe Flash, correção no serviço de impressão “nas nuvens” (Cloud Print), 25 correções de segurança e melhorias no uso de placas de vídeo para o processamento do visual das páginas.

Lançamentos frequentes
O Chrome já está na versão 11, apesar de ter sido lançado em 2008. A Mozilla, que ainda está na versão 4 do Firefox, está “copiando” o Chrome: o Firefox 5 está marcado para ser lançado já em junho.

O objetivo dos rápidos lançamentos é permitir que funções grandes sejam rapidamente disponibilizadas. Normalmente, elas precisam passar por um longo período de teste com outras melhorias, que atrasam o lançamento de funções já estáveis.

Anúncios

Vírus bloqueia PC dizendo que usuário cometeu crime na internet

16 de abril de 2011 Deixe um comentário

Praga russa está traduzida pra 19 idiomas. Mensagem obriga usuário a discar número premium.

Para quem acha que alguns hackers não são criativos eis que uma praga russa pode mostrar a vocês simplesmente o quanto esses caras podem ser inteligentes e usar de varias art-manhas para conseguir enganar o usuário, um hacker russo criou uma praga que sequestra o PC e tenta convencer o usuário a discar um número premium (0900, no qual parte da tarifa é embolsada pelo dono da linha receptora da chamada) e este vírus está infectando PCs inclusive no Brasil.

Para atrair a atenção do usuário, a praga bloqueia o computador completamente e exibe uma mensagem dizendo que um crime foi cometido. Para se livrar da investigação policial, é preciso discar para o número informado e digitar o código fornecido pela chamada.

Tudo é falso – o que não quer dizer que a mensagem não assuste. O estudante Bráulio Misael Gomes, de 22 anos, foi infectado pelo vírus depois de desativar o antivírus devido a problemas com lentidão no PC. “Quando li as primeiras linhas fiquei surpreso mesmo. Pensei que tinha feito algo realmente fora da lei, afinal, a cada hora inventam uma lei nova e derrubam, então nunca se sabe”, conta o estudante.

No entanto, os erros de português e outros detalhes da mensagem deixaram claro que se tratava de um golpe. O sistema estava impossível de usar – nem a área de trabalho, nem o gerenciador de tarefas estavam acessíveis. Mas o computador iniciou normalmente no Modo Seguro do Windows, o que permitiu a restauração do sistema e o uso do antivírus. “Aí, tudo se resolveu”, relata Gomes.

A praga é conhecida dos fabricantes antivírus, que a detectam com uma variedade de nomes. É muito comum na Rússia, onde ganhou popularidade também nos celulares. Aliás, algumas das pragas exigem o envio de um SMS premium para desbloquear o computador – a resposta chega também por SMS, e o usuário pode digitar o código no computador para livrar-se da praga.

O diferencial da nova praga está na sua capacidade de usar uma grande quantidade de idiomas, inclusive o Português Brasileiro. Vírus desse tipo são conhecidos pela categoria de “ransomware” ou “software sequestrador”. Os mais agressivos criptografam os arquivos da vítima e exigem o pagamento do “resgate” para ter a chave que pode abri-los novamente.

Fonte: G1

Uma pelicula que pode revolucionar a eletrônica

15 de abril de 2011 Deixe um comentário

Uma empresa francesa desenvolveu um uma película

transparente que funciona como painel solar.

Um pequeno avanço que poderá significar uma grande revolução. A empresa francesa Wysips desenvolveu a película fotovoltaica leve e transparente, capaz de carregar um celular com a luz solar. A demonstração foi feita com um smarthphone, mas qualquer superfície pode ser revestida com a película. Por exemplo uma janela, uma faixada, um carro ou até mesmo um notebook e eles poderão transformar a luz do sol em energia para recarregar suas baterias por um custo razoável.

Com o desenvolvimento desta tecnologia, futuramente os tecidos poderão ser revestidos e eles serão capazes de produzi energia. O rendimento é de cerca de 10%, ou seja 100 watts por metro quadrado. Quase cerca de 30% a menos que um painel solar clássico.

Seis horas para uma recarga total da bateria

Um protótipo de telefone equipado com essa película foi desenvolvido. As demonstrações provaram que a película, que tem uma espessura de 0,1mm não influencia as funções tácteis do aparelho. No estado atual o sistema ainda não permite a recarga integral da bateria do smarthphone, mais a autonomia do aparelho é bastante melhorada.

“Nós terminamos de fabricar um primeiro protótipo e daqui a seis meses nós fabricaremos as primeiras unidades em série. Como nós somos sob um modelo de licença não exclusiva, nossa tecnologia será acessível à todos os fabricantes.” Segundo Ludovic Deblois

Estes módulos solares permitirão de não aumentar a autonomia das baterias dos smarthphones, que a priori não serão jamais descarregadas. Os países em via de desenvolvimento são também alvos privilegiados pela empresa francesa. Wysips prevê vender cada película por menos de um euro aos fabricantes de produtos eletrônicos. Um preço modesto em consideração ao progresso que ele representa.

Segue um vídeo do teste. O sotaque é de um francês falando inglês. Mas da pra entender legal.

Fonte: Le point.fr

Relatório de segurança destaca ataques ao Android e ao Facebook

14 de abril de 2011 Deixe um comentário

A fabricante de antivírus PANDA Labs divulgou seu primeiro relatório trimestral destacando os ataques às plataformas Android e Facebook. O sistema operacional do Google foi alvo de um ataque sistemático ao Android Market, com diversos aplicativos maliciosos disfarçados de legítimos. No caso do Facebook, a companhia cita o caso de um hacker que capturou e-mails e agora está na justiça, podendo pegar até seis anos de prisão.

O relatório também destacou as pragas digitais. Segundo a empresa, há 26% mais vírus criados por dia do que no mesmo período de 2010. O número total ficou em média 70 mil novas pragas por dia. Destas, 70% são cavalos de troia – pragas que não se espalham sozinhas, mas que normalmente dão o controle total do computador do usuário ao criminoso ou realizam roubo de dados. – Isso é preocupante se levarmos em conta a quantidade de emails, com apelos sociais, religiosos e etc, onde pedem que sejam repassados para a maior quantidade de pessoas, ou então vejam as fotos …. ou ainda o famoso golpe do cliente de banco, operadores de celular e etc, onde você é indusido a clicar em um link para verificar e passar seus dados para que seu nome fique limpo e dai começa a infestação.


O Brasil ficou em 8º no ranking de países mais “infectados” – o que não é uma surpresa, pois como sempre falo a inclusão digital permite o acesso a tecnologia mas em contrapartida permite também que todos sejam prováveis alvos de pessoas mal intencionadas, pois o por todos deve ser feito sim, mas tem que se ter uma politica de educação de utilização e de prevenção. Os dados são baseados nos exames do ActiveScan, o antivírus on-line da Panda. O país mais infectado é a China, seguido da Tailândia e de Taiwan. Segundo os dados, o Brasil está mais infectado que Eslovênia (9º), Argentina (14º), e Peru (19º). Mas eu acredito que vamos em busca de mais esse titulo, visto que cada dia mais recebo emails pedindo para que eu clicke no link, outro dia vi uma reportagem onde o cara demonstrava que com um simples arquivo enviado a uma pessoa ele passava a acessar tudo do computador da pessoa e inclusive usando a webcam para espionar a pessoa.

Quem quiser dar uma confirada no relatório completo que inclusive pode ser baixado no site oficial da Panda Labs.

Fonte: G1

Google Street View e a polêmica continua

13 de abril de 2011 Deixe um comentário

Depois de uma grande polêmica por conta de imganes que mostravam o nível da rua, o Google não irá mais fotografar as ruas de 20 cidades da Alemanha nas quais operava o serviço “Street View”.

A companhia seguirá mostrando em seu site as fotos tiradas até agora pelos carros que percorreram as ruas dessas cidades nos últimos meses, mas não atualizará seus arquivos.

“Nossa prioridade como negócio agora é usar os carros para colher dados como nomes de ruas e sinais de estrada, que nos permitem melhorar os mapas básicos para nossos usuários”, disse um porta-voz do Google.

A empresa não declarou os motivos que levaram a deixar o seu serviço na Alemanha, nem precisou se a decisão é definitiva ou se poderia voltar a fotografar as ruas no futuro.

O “Street View” estreou na Alemanha em novembro de 2010, acompanhado de fortes críticas por atrapalhar a privacidade das pessoas.

Fonte: G1