Arquivo

Archive for the ‘Tecnologia & Meio Ambiente’ Category

Waterbag em PVC flexível

22 de janeiro de 2013 Deixe um comentário

Uma tecnologia que não é propriamente nova, mas que ganhou uma nova abordagem. Produzindo com um fecho éclair especial, com resistência suficiente para aguentar a pressão lateral, impermeável e sólido para suportar a pressão hidráulica que pode ser gerada no interior do waterbag.”

Um waterbag, feito num tecido de PVC flexível utilizado para abastecer de água doce potável as ilhas e comunidades costeiras onde há escassez de água doce, no verão por exemplo. O transporte da água doce é feito pela via marítima. .

O fecho éclair é, na verdade, um dos elementos chave nesta nova geração de waterbags. O mecanismo de contenção é composto por vários módulos que permitem ajustar a capacidade às necessidades. O modelo foi concebido para ter componentes compactos, mais práticos para a navegação. Testes em protótipos de tamanho médio indicaram que eles podem comportar 200 metros cúbicos de água.

Este tipo de armazenamento e transporte de água acarreta baixos custos. O waterbag possui vários sensores para captar qualquer deformação durante o reboque. Depois de esvaziado, é fácil desinfetá-lo e guardá-lo. Os testes foram realizados em Creta.

Anúncios

Notebook ecologicamente correto

2 de abril de 2010 Deixe um comentário

O novo Sony Vaio W ECO, é um notebook que é verde de verdade.

Como se pode ver está cada vez mais comum no projeto das empresas a adoção dos padrões “verdes” para seus produtos, ou seja, produtos que cada vez mais são produzidos com materiais reciclados, o que diminui a poluição e o desgaste da natureza.

Pensando nisso e buscando esse novo nicho de mercado, a Sony entra na briga e pretende que sua parte verde seja superior a das outras, pois com o notebook Sony Vaio W Eco ela entra forte, pois ele é feito com 80% de peças plásticas recicladas sendo que 20% destas são de CDs e DVDs que foram jogados fora [ou apreendidos pela fiscalização de pirataria]. Mas não só nos componentes internos está este material, ele se encontra no externo também.

Dando continuidade na maneira ecologicamente correta de produzir seu notebook, a Sony dispensou o papelão da caixa e incluiu uma maleta que é feita com garrafas PET recicladas e eliminou o manual impresso para que este seja apenas online. Outro ponto que traz a exclusão da caixa de papelão é que o Notebook não será vendido via internet, apenas nas lojas da própria Sony ou redes varejistas, para que o transporte seja feito diretamente na sacola reciclável.

As configurações deste modelo ECO são basicamente as mesmas do modelo W: Monitor de 10.1″, processador Atom N450 de 1,6GHz, 2 GB de RAM, 320 GB de HD, Wi-FI, Bluetooth, e Windows 7 Starter Edition.

O valor dessa belezinha é de R$ 2099,00.

Quem quiser conferir o video promocional da Sony da uma sacada abaixo:

Fonte: Tech Guru

Construções que geram sua própria energia

15 de março de 2010 Deixe um comentário

Dubai nos últimos anos tem se tornado uma das cidades mais famosas do oriente médio graças as suas construções arquitetônicas de grande porte e que impressionam pela ousadia e inovação, pois bem, para aqueles que pensam que Dubai é apenas mais uma cidade que investe no Turismo como forma de renda, não se enganou, de fato a cidade tem no Turismo uma grande fonte de renda, mas o investimento em tecnologia que é feito em Dubai e o mercado de imóveis(Graças a suas ilhas artificiais disputadas pelos grandes artistas e milionários do Mundo todo) seguindo a tendência de mercado uma empresa decidiu inovar e propor uma nova idéia: construir um prédio com tecnologia para que ele possa gerar a própria energia que consumiu para a sua construção.

Uma empresa decidiu inovar no seu projeto arquitetônico e resolveu projetar um edifício em Dubai que produzirá dez vezes a energia que irá consumir.

Como não poderia deixar de ser, o arranha-céu, mais um dos muitos que por lá existem, terá 50 andares com 130.00 m2, mas não é só isso ele ainda será equipado com três sistemas de captação de energia que somados resultarão em uma produção de energia de 10MW.

O primeiro sistema de captação de energia será uma turbina eólica que possibilitará captar 5 MW e ficará localizada no topo do edifício. Em seguida, o edificio contará com uma cobertura de espelhos especiais capazes de concentrar a luz do Sol em um único ponto, o que irá gerar mais 3MW. O restante virá de um sistema que captará o movimento do ar quente ascendente nas paredes externas e o transformará em energia.

Segundo a Studied Impact, que fez o projeto, esse valor gerado é dez vezes o valor do consumo do edifício, isto significa dizer que o prédio ainda poderá fornecer energia aos vizinhos.

No projeto, escritórios e residências dividiriam os andares, enquanto os três últimos pisos seriam voltados para restaurantes e comércio. Baseados em previsões meteorológicas, os designers acreditam que a torre poderá operar 2.400 horas por ano, num total de 20.000MWh liberados em 365 dias. Pelos cálculos, em 20 anos, o edifício “zeraria” os impactos energéticos causados em sua construção (360.000MWh) graças à geração de energia limpa.

Pelo visto com vários prédios desse, não vai mais se precisar de usinas hidrelétricas!!! O negócio é inovar e ter criatividade, pois hoje com a tecnologia que temos até ficando parado você contribui para a fabricação de energia. Eu amo muito tudo isso!!!

Fonte:Info Online