Criado um trit, que guarda 0, 1 ou 2

11 de novembro de 2015 Deixe um comentário

Uma equipe do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça, construiu um memristor – ou mais comumente conhecido como “neurônio artificial” – que aponta para uma lógica pós-binária.

O componente, fabricado a partir de uma fatia de perovskita de apenas 5 nanômetros de espessura, possui três estados resistivos estáveis.

Como resultado, ele pode armazenar não apenas os valores 0 ou 1 comumente guardados por um bit, mas também pode ser utilizado para guardar informações codificadas por três estados – 0, 1 ou 2, ou seja, um “trit”.

Nosso componente poderia, portanto, ser útil para um novo tipo de tecnologia da informação que não seja baseada em lógica binária, mas em uma lógica que ofereça informações localizadas ‘entre’ o 0 e o 1,”

explica a professora Jennifer Rupp, coordenadora da equipe.

Isto tem implicações interessantes para a chamada lógica fuzzy [lógica nebulosa, ou difusa], que busca incorporar uma forma de incerteza no tratamento da informação digital. Podemos descrevê-la como uma computação menos rígida,

” acrescentou.

Outra aplicação potencial do trit é na computação neuromórfica, que busca componentes eletrônicos para reproduzir a maneira pela qual os neurônios processam informações, e na qual os memristores, os transistores iônicos e ostransistores sinápticos são as principais ferramentas.

O quarto componente

O princípio de funcionamento do memristor foi descrito pela primeira vez em 1971, como o quarto componente básico dos circuitos eletrônicos (ao lado de resistores, capacitores e indutores).

A partir dos anos 2000, pesquisadores vêm sugerindo que certos tipos de memória resistiva poderiam atuar como memristores, mas somente em 2008 a existência do quarto componente eletrônico fundamental foi comprovada.

“As propriedades de um memristor em um determinado momento no tempo dependerá do que já aconteceu antes,” explica Rupp referindo-se ao efeito de memória que faz com que o memristor se assemelhe aos neurônios. “Isto imita o comportamento dos neurônios, que somente transmitem informação quando um limiar específico de ativação foi atingido.”

Principalmente a Intel e a HP têm investindo pesadamente no desenvolvimento de memristores para substituir as memórias flash usadas em cartões de memória USB, cartões SD e discos rígidos SSD – a expectativa é que a nova tecnologia de memória da Intel chegue ao mercado até o final deste ano. Mas o protótipo do trit desenvolvido pela equipe suíça ainda está em fase inicial de desenvolvimento.

Fonte : Inovação Tecnologica

Instalando HP Photosmart B109 no Windows 8.1

22 de fevereiro de 2015 Deixe um comentário

Fala galera, longo tempo longe, mas tentando voltar pois estou com muita saudade daqui.

Pois bem, pensando nisso essa semana me ocorreu algo que me fez ter uma ideia.

Vamos ao caso em questão:

Em novembro meu pc resolveu me deixar na mão e então me vi obrigado a comprar um novo, sai da sony para um hp, 2 ou 3 meses depois o hp resolveu tambem me deixar na mão, mas dessa vez foi pior, pois o outro durou 5 anos sem dar nenhum problema até o dia em que ele descidiu não ligar mais.

Pois bem o fato é que esperando a volta do meu que foi para assistência, tive que usar um Asus com Windows 8.1, detalhe é que até então tava tudo normal, a impressora funcionando normal com o hp que veio com windows8, mas ao tentar instalar o software da impressora sempre apos fazer o download do arquivo e apos começo da instalação dava um erro, então me vendo na nescecidade de imprimir alguns documentos me lancei numa cruzada pela internet para tentar resolver o meu problema de incompatibilidade.

E diante desse problema me veio a ideia de sempre ta compartilhando meus problemas e as respectivas soluções encontradas, para que assim, se alguém se deparar com o mesmo problema ou algo parecido, poderá ter mais essa fonte de consulta.

Vale salientar que essa solução é para uma impressora HP(Photosmart B109) funcionado no Windows 8.1

No momeno da instalação da impressora no Windows 8.1, uma msg dizendo “O sistema não conseguiu encontrar o arquivo especificado”.

Solução 1 : Modificar as extensões dos arquivos .dat no arquivo Windows e reinstalar o software.

Tendo uma unica impressora instalada.

Étapa 1 : modificar os arquivos .dat no arquivo Windows

1.Clicando com o botão direito do mouse no botão iniciar no canto inferior esquerdo da tela, em seguida escolher “pesquisar”.
2. No campo de pesquisar, digite %windir% e em seguida Enter
3. Procure pelo arquivo hpoins*.dat ou hpwins*.dat ( o * representa um numero entre 0 e 255)
4. Um click com o botão direito e selecione renomear mudando os arquivos .dat para .old, uma msg lhe dirá que a mudança do nome do arquivo fara com q ele fique inutilisado. E pedirá para vc confirmar a sua escolha. Faça isso para todos os arquivos encontrados.

2 Opção ( E está foi a que deu certo comigo!!!)

Download do software direto no site da HP

Suprimir os arquivos .dat com a ajuda de um software para suprimir arquivos.

Étapa 1 : Fazer Download, instalar e exécutar o aplicativo para suprimir os arquivos.

Desativar temporariamente o anti-virus.
Baixar o programa para remoção dat file remover
Executar, o aplicativo vai listar e suprimir todos os arquivos que terminam por .dat

Obs: No fim ele irá apresentar a msg limpeza terminada, reinstale a impressora e reative o seu anti-virus

Qwant pode brigar com o Google ???

14 de julho de 2013 Deixe um comentário

É bem verdade que depois que o Google surgiu, quase ninguem ouviu falar ou pensou em usar um outro buscador na internet, mas vamos lá, lançado no 4 de Julho, uma empresa francesa aposta na inovação e lançou o Qwantpara concorrer com o Google, disponivel em 25 linguas e em 15 paises.

Contando com uma pagina principal bastante original, no momento em que o usuário digita o termo a ser pesquisado e pressiona enter, o site propõe varias colunas com respostas diferentes para o termo pesquisado, artigos, noticias, videos, rede social, shopping, enfim uma grande possibilidade de temas e assuntos para o termo pesquisado.

Os criadores do novo buscador explicam que os servidores são todos “cookie-free”, em outras palavras, você não terá arquivos minusculos em seu pc para coletar dados sobre suas preferências de pesquisas para enfim propor a propaganda direcionada.

Durante os 4 primeiros meses de teste, o site atraiu nada menos que 3,5 milhões de visitantes e 250 milhões de pesquisas, segundo dados dos fundadores 70% dos usuários retornam após uma primeira experiência e media de tempo de permanência é de 6 minutos.

O grande objetivo do Qwant é permitir ao usuário a possibilidade de ver o maximo de informações a respeito do tema pesquisado, pois a internet se tornou tão grande que hoje me dia é dificil encontrar uma resposta exata para uma questão aberta.

Um site de busca ou agregador ???

No seu lançamento em Fevereiro, Qwant foi criticado por alguns especialistas pois segundo eles não seria verdadeiramente um site de buscas, mas um agregador de noticias que já estão disponiveis na internet.

Site de busca ou agregador, o fato é que depois das historias de espionagem e do provavel envolvimento de certas empresas, pode ser que haja mercado para o Qwant fazer uma pequena disputa ao Google, é uma luta de Davi contra um Golias, mas só tempo dirá se o Qwant pode brigar de igual para igual.

Fonte: La Croix

O fim da vida privada ???

13 de julho de 2013 Deixe um comentário

Depois do boom com as revelações de Snowden sobre a NSA, eis que a Symantec descobriu através de seu software Norton Mobile Security que a aplicação do Facebook para Android coletou némuros dos usuários sem o consentimento dos mesmos. Mesmo antes de estar conectados os dados eram enviado aos servidores do Facebook.

O mais interessante é que o fato de não possuir uma conta na rede social não impedia o envio do número do usuário.

O problema teria afetado um quantidade significante de usuários da aplicação. Segundo os responsáveis do Facebook, tudo não passou de um erro acidental mas que o mesmo não fez uso dos números coletados. Os números foram deletados dos servidores e eles prometeram atualizar a aplicação para corrigir está falha.

Fonte: 20 Minutes

Carrinho de compras inteligente.

10 de junho de 2013 Deixe um comentário

E o que você diria de ir ao supermercado e no caminho entre cada corredor do supermercado o seu carrinho ir dando sugestões de receitas para você fazer no seu almoço ou jantar ?

Filme de ficção ?? Os jetsons ?? Não, estamos falando da nova estrategia da Hellmann’s, que é uma das marcas brasileiras que mais tem inovado no PDV nos últimos tempos.

Baseado na tecnologia RFID, o sistema conta com um computador acoplado ao carrinho de compras que ao passar por cada prateleira vai dando sugestões de pratos para serem feitos juntamente com a Maionese.

A ação visa estimular o cliente a testar novos pratos usando como base da receita a maionese, pois de acordo com um estudo a maionese só era usada para fazer sanduiches.

O sistema ainda conta com um mapa, onde indica onde todos os produtos para realizar o prato, estão localizados. Permite também o envio das receitas pelo email.

O fato é que com essa tecnologia, no primeiro mês mais de 45 mil pessoas usaram o carrinho e o resultado refletiu também nas vendas que tiveram um aumento de 68%.

A tecnologia a serviço do homem para promover uma vida mais confortavel e dinâmica.

Robo controlado pelo pensamento

9 de junho de 2013 Deixe um comentário

Já não é mais exclusividade de filmes de ficção cientifica, pesquisadores franceses juntamente com uma equipe de pesquisadores japonêses desenvolveram a tecnologia que permite controlar um robo humanoide à distância atraves do pensamento.

Atraves das mudanças de fluxo sanguíneo que são ligados a atividade cerebral. O algoritmo desenvolvido pelos pesquisadores utilisa essas informações para aprender associando cada fluxo especifico para um determinado movimento.

Na experiência uma camera foi instalada no rôbo para permitir a visualização de garrafas de tamanhos diferentes que brilham em frequencias diferentes, quando um usuário se concentra em um objeto, os captores detectam a atividade cerebral, que será diferente de acordo com o brilho do objeto e o rôbo vai pegá-lo.

Para andar com o rôbo, setas ficam piscando em um tela e os captores detectam qual seta o usuário está concentrando para indicar a direção desejada.

De acordo com os pesquisadores, antes de tudo é preciso concentração e se esvaziar de pensamentos para que tudo possa correr bem.

O objetivo dos pesquisadores é alcançar o perfeito sincronismo entre o usuário e rôbo.

Fonte :Euronews

Um feixe de luz que tem muito à dizer

11 de maio de 2013 Deixe um comentário

Samuel Finley Breese Morse talvez não tivesse imaginado que suas invenções causassem um impacto tão grande para a humanidade e que ainda hoje na epoca onde emails, internet e tantas outras tecnologias revolucionam os metodos de comunicação, ela iria inspirar uma nova tecnologia que poderá revolucionar o campo das comunicações sem fios.

O novo modo utilisa a luz para transmitir as informações a distância. Recebendo assim o nome de Li-Fi, sendo está mais uma alternativa ao Wi-Fi.

No video abaixo vemos algumas aplicações possiveis com o uso dessa tecnologia que é vista por muitos como a nova revolução para as comunicações sem fio.

 

O inventor dessa tecnologia é o alemão Harald Haas, professor de Communicações movéis na universidade de Edimbourg.

O sistema funciona com a utilização de LED’s que transmitem a informação e os fotodiodos responsaveis pela recepção da informação transmitida, presença de luz representa 1 e a sua ausência o 0. A velocidade em que os LED’s piscam para o envio da informação é bastante rapida chegando a ser imperceptivel ao olho humano.

 

Dentre as inúmeras aplicações destacam-se os spots em museus onde o visitante faz o percurso utilizando um Tablet com o receptor de luz e a cada ponto onde tem uma obra com um spot, ao se aproximar do ponto de luz informações, videos ou fotos sobre a obra são enviadas para o tablet.

Ou até mesmo sistema de iluminação publica informativo ou de aeroportos, onde os usuarios ao se aproximar de uma parada de onibus com spots recebem a informação dos horarios dos onibus e percurso que ele faz.

Os pontos fortes dessa tecnologia é que ela poderia ser usada em aviões e que não teriam alguma influência sobre os aparelhos, poderia ser usada até mesmo em baixo da agua ( Wi-Fi não funciona ).
Mas como quase toda grande invenção nem tudo são flores, pois os mais pessimistas não estão muito satisfeitos com o fato de que é preciso um perfeito alinhamento para que haja a transmissão dos dados, além do fato de que a luz do sol pode causar interferência.

Fonte:Service Science et Technologie